Desde sua fundação, ainda como Clube Semanal, o Clube Semanal de Cultura Artística é palco de intensas produções culturais, com extensa lista de eventos sociais que marcaram época. Logo no início, lá pelos idos anos de 1857, os sócios se dividiam entre movimentadas reuniões semanais (daí vem o nome do Clube), saraus, concertos e declamações que proporcionavam a integração e confraternização de toda comunidade.

Através de todos esses anos que se passaram, a associação conseguiu manter acesa esta tradição cultural, chegando aos dias atuais como uma das entidades que mais contribuem na propagação da arte e eventos sociais para todos seus associados, principalmente proporcionando cursos internos nas mais variadas modalidades, dirigidos por renomados professores e artistas.

Entre os motivos de orgulho está a Galeria de Artes Raphael de Andrade Duarte, nas dependências da Sede Social, inaugurada em 8 de novembro de 1979, sob gestão de Décio Rovere. Uma das mais importantes galerias da região para honra de toda comunidade. Seu nome consta no Anuário de Artes Júlio Louzada,importante documento de divulgação cultural no país.

Devido sua grande importância, recebe anualmente inúmeros pedidos de exposições individuais e coletivas, gerando grande lista de espera entre artistas que desejam ter ali, seus trabalhos expostos – os agendamentos chegam a ser efetuados com até um ano de antecedência. A intensa movimentação artística se deve ao seu objetivo principal de oferecer espaço para jovens talentos e ampliar horizontes de artistas já consagrados, associados ou não do Clube.

Para manter um espaço moderno e adequado em conformidade com os anseios do quadro associativo, em 1997, 18 anos depois de inaugurada, a Galeria Raphael de Andrade Duarte passou por grande reforma em suas dependências, sob administração do ex Presidente Adelino A. Baldo, e coordenação da diretora de artes, Sra. Júlia Pioltine Anseloni.

As obras levaram cerca de quatro meses para se concluírem, quando foram instalados os mais modernos equipamentos de iluminação, e a cor das paredes foi cuidadosamente selecionada para destacar a beleza das obras que compõem o ambiente.

Em grande festa de reinauguração aos 20 de setembro de 1996 ocorreu concorridíssima vernissage de premiação do III Salão de Artes Plásticas – criado em 1994 – sob direção da renomada diretora da galeria, a associada, Sra. Júlia Pioltine Anseloni, que através de prêmios e medalhas, busca incentivar e homenagear a carreira de artistas de Campinas e região. O Salão ocorria anualmente, no mês de setembro, porém, para maior significado e grandeza, passou a ser realizado no mês de aniversário do clube, fazendo parte do ciclo de festividades anualmente existentes, visando dar maior brilhantismo na comemoração.