164 anos.

O mais antigo clube social e esportivo do país está em festa neste 16 de Julho.

A história do Clube Semanal de Cultura Artística se confunde com a própria história de Campinas, afinal a influência da instituição era inegável no cenário da região e do Estado do século XIX, em razão das importantes decisões políticas, administrativas e culturais.

De 1857, o clube expandiu suas dependências com as Sedes Sociais e de Campo e contou com um dos maiores números de associados entre os clubes do estado. O local de destaque se mantém até hoje em termos de sócios, mas o mais importante pela qualidade de quem integra essa fraterna comunidade que forma o Clube Cultura.

A Diretoria Executiva exalta o associado e se orgulha das recentes conquistas, entre elas podemos salientar a reinauguração do Restaurante Floresta Cultura e a unidade da piscina, o novo Nosso Bar que revitalizou a área da bocha e dos quiosques, a reforma dos quiosques e moderna iluminação das quadras de tênis.

Além disso, o Clube Semanal Cultura Artística já apresentou o ousado projeto para o retorno das atividades na Sede Social do Centro, com a reforma que vai preservar toda a sua linha arquitetônica e vai se tornar um moderno shopping.

Atualmente, o Clube tem como base a Sede Campo, no Distrito de Sousas, que conta com 138 mil m² de área de lazer e espaço de muito verde. No local se destacam o parque aquático, com conjunto de piscinas, sendo uma olímpica com plataforma e poço para saltos ornamentais, 9 quadras de tênis, 4 campos de futebol e a moderníssima academia.

Sempre bom lembrar da vocação esportiva e o Cultura conta com amplo ginásio poliesportivo para basquete, vôlei, futsal e outros esportes, as salas para judô, kung fu, taekwondo, Zumba, ballet, jazz, Studio de Pilates e outras modalidades, ginásio de bocha, sinuca e sala de jogos, 8 quadras de beach tennis, 5 bares e lanchonetes, além de moderno restaurante já reinaugurado.

Por fim, os 164 anos são uma festa para o Clube, mas o associado é quem merece as homenagens nesta data tão importante. O associado que ama e zela por um dos mais belos clubes do Brasil.

Parabéns, Clube Semanal Cultura Artística.

O Clube Semanal de Cultura Artística vai seguir as determinações da prefeitura de Campinas e passa encerrar as atividades às 19h, a partir desta segunda-feira (21/06). A administração municipal aumentou as restrições de combate à pandemia para comércio e serviços.

O decreto municipal terá validade a partir de segunda-feira até 30 de junho e, com isso, bares, restaurantes, comércio em geral, shoppings, academias, clubes sociais e demais serviços não poderão funcionar após este período determinado pelo poder público.

Dessa forma, o horário de funcionamento da Sede de Campo de Clube Semanal de Cultura Artística se adequa ao decreto municipal com o obrigatório fechamento às 19h.

O toque de recolher também será ampliado, com validade no período entre 19h01 e 04h59, diariamente. No período noturno, o consumo de bebidas alcoólicas será proibido em postos de combustíveis e em qualquer via pública da cidade.

O Clube Semanal de Cultura Artística conta com a compreensão dos associados e não-sócios, e já orienta todos os serviços e parceiros sobre as novas que vão estar em vigor.

FOTO: Carlos Bassan/PMC-Divulgação

Campinas terá neste sábado, 22 de maio, o Dia D da Vacinação contra a Covid para pessoas acima de 45 anos com comorbidades. O anúncio foi feito nesta quarta-feira, dia 19 de maio, pelo prefeito Dário Saadi durante live pelas redes sociais.

As vacinas serão aplicadas em 60 dos 67 centros de saúde da cidade. O agendamento já começou no site https://vacina.campinas.sp.gov.br/vacinas/covid-19 ou pelo telefone 160. As doses serão aplicadas apenas nas pessoas agendadas.

O Dia D vai mobilizar 240 equipes de vacinação reunindo cerca de 900 profissionais nos centros de saúde. Serão disponibilizadas entre 330 e 340 vagas por centro de saúde, num total de 20.160 horários disponíveis entre 9h e 17h deste sábado.

Das 67 unidades de saúde, sete não estarão no Dia D: Boa Esperança, Carlos Gomes, Campina Grande, Valença, Florence, Itajaí e Lisa.

No dia da imunização, as pessoas devem apresentar o comprovante emitido no final do agendamento, documento com foto, comprovante de endereço e documento médico atestando que possui uma das comorbidades prioritárias para a vacinação.

Essa comprovação pode ser feita com a apresentação de receituário médico, exame que possa comprovar a condição clínica, relatório médico. A confirmação de existência de comorbidades pode ser feita também por meio de um formulário que pessoas que se enquadram no grupo prioritário, ou seus médicos, possam baixar pela internet.

– Clique AQUI para baixar o formulário

O médico assinalará a comorbidade e, no final, irá datar, assinar e carimbar. O carimbo precisa ter o nome do profissional e o número do registro do CRM. No dia agendado, quem faz parte desse grupo prioritário deve levar o formulário ao centro de imunização no qual marcou para tomar a vacina.