Fazendo parte das disputas da “Olimpesec” de 1981, olimpíada dos clubes sociais e esportivos de Campinas e Valinhos, filiados à Apesec – Associação dos Clubes de Campinas e Região- uma equipe de associados conquistou de forma brilhante, o título máximo da competição, que reuniu naquele ano, as seguintes entidades: Associação Atlética Ponte Preta, Associação Atlética Banco do Brasil, Clube Campineiro de Regatas e Natação, Andorinha Parque Clube, Bonfim Recreativo e Social, Guarani Futebol Clube, A.A.Ponte Preta Country Club, Clube Atlético Valinhense, E.C. Rigeza, Clube de Campo Irapuã, Sociedade Hípica de Campinas, Vila Marieta, União dos Viajantes, Cambuí Futebol Clube, Campineira Associação de Bochas, Clube Concórdia e Clube Semanal de Cultura Artística.

O aludido campeonato foi disputado em duas séries, e as equipes participantes de cada uma, se enfrentavam duas vezes, fazendo um jogo em casa e outro na cancha do adversário, o que gerava grande equilíbrio entre elas, pois normalmente quem atuava em casa tinha obrigação de vencer.

No período das disputas da competição, nossa equipe era das mais respeitadas entre os bochófilos praticantes da modalidade “rafa”, em duplas, e reunia grande número de torcedores em seus jogos, que lotavam completamente as áreas do ativo departamento e nossas excelentes canchas na sede de campo -que situavam-se anexas ao local hoje utilizado pela ampliação do restaurante- A torcida por nossas cores era enorme e o jogo final, que foi disputado no ginásio da Sociedade Hípica, reuniu A.A. P. P. Country Club e C.S. Cultura Artística, que saiu vencedor por três a dois, pois cada jogo durante o campeonato consistia de cinco partidas, disputadas por duplas.

O competente diretor do Departamento de Bochas na época, o saudoso, Sr. Ruben Jacyntho de Campos, contou na memorável e vitoriosa campanha com os seguintes associados inscritos, que aparecem na saudosa foto daquele ano (abaixo), da esquerda para a direita: Cláudio Roberto Cézar, Braz Duir Gulart, Simão Ferreira, Germano Melchert, Ruben Jacyntho de Campos, o presidente do clube, Décio Rovere, ostentando o troféu do título, Adelino A. Nino Baldo, Valdemar Silveira, Reamour Barthelson, Gilberto de Campos Valente, Marcelino Rodrigues, Sebastião Biasi e Benur A. Braz. Além dos referidos, também foram inscritos e não aparecem na foto, Lídio Cabreira, Odair Rodrigues Nunes e José Carlos Astini.