O agendamento da vacina contra a Covid-19 para pessoas com 55 anos ou mais, e sem comorbidades, está aberto, em Campinas. Os interessados podem se cadastrar através do site da Prefeitura.

No dia agendado é preciso que o morador leve até o posto de imunização um documento de identidade com foto, comprovante de endereço e também do agendamento da vacina.

Para fazer o agendamento da vacinação contra a Covid-19 acesse o site vacina.campinas.sp.gov.br.

O governo do estado anunciou que a fase de transição do Plano São Paulo de retomada econômica foi prorrogada do dia 14 para o dia 30 de junho. Os critérios atuais adotados para o funcionamento do comércio e serviços estão mantidos.

Os estabelecimentos permanecem com o funcionamento entre 6h e 21h, com capacidade de até 40%. O toque de recolher fica mantido das 21h até as 5h.

O que pode funcionar:

Comércios (galerias, shoppings e congêneres); atividades religiosas; restaurantes e similares; salões de beleza, clínicas de estética e barbearias; atividades culturais; clubes sociais; academias e centros de ginástica; cursos não-regulamentados; áreas comuns de condomínios e hotéis.

Foto: Divulgação/Prefeitura de Campinas

A Secretaria de Saúde de Campinas abriu nesta segunda-feira, o agendamento para grávidas e puérperas tomarem a vacina contra a covid-19. Também foi aberto o agendamento para pessoas com comorbidade com mais de 18 anos. O agendamento é feito pelo site www.vacina.campinas.sp.gov.br.

A previsão é vacinar 14 mil grávidas e mulheres que acabaram de ter filhos. Elas receberão doses da vacina Pfizer, que chegaram a Campinas na última sexta-feira.

A pasta da saúde também informou, nesta segunda-feira, que vai realizar no próximo sábado, o terceiro Dia D de vacinação contra a covid-19. Serão 64 centros de saúde abertos das 9h às 17h para vacinar as pessoas dos grupos prioritários. A expectativa é vacinar 26.880 pessoas nos centros de saúde.

Nas duas primeiras edições, realizadas em 22 de maio e 4 de junho, cerca de 46 mil moradores de Campinas foram vacinados contra a doença.

No próximo sábado, a ação ocorrerá nos centros de saúde, com exceção das unidades do Campina Grande, Carlos Gomes e Boa Esperança. As unidades farão exclusivamente a vacinação. Os demais atendimentos de rotina não acontecerão nesta data.

A direção do Clube Semanal de Cultura Artística lembra que o horário autorizado de funcionamento é até 21h, com o fim de todas as atividades a partir deste horário. A determinação parte das autoridades sanitárias e visa coibir a proliferação do novo Coronavírus.

Vale destacar que o Toque de Recolher está vigente das 21h às 5h.

Contamos com a compreensão dos associados e não-sócios para que possamos cumprir as regras estipuladas pelos governos municipal e estadual.

O Clube Semanal de Cultura Artística finalizou os trabalhos de reforma dos quiosques 21 e 22, que passaram por uma ampla reformulação. 

A obra de melhoria visa dar mais conforto ao associado com a reestruturação do passeio, uma nova mesa de alvenaria e a pintura dos quiosques.

A equipe de manutenção do Cultura foi célere e entregou aos sócios as unidades renovadas para confraternizações futuras.

Foto: Divulgação/Carlos Bassan-PMC

O Clube Semanal de Cultura Artística alerta para a necessidade de os grupos prioritários procurarem os postos de vacinação para prevenção de quadros respiratórios graves. Balanço da Secretaria de Saúde de Campinas aponta que 107.376 pessoas foram imunizadas contra a gripe, desde o início da campanha de vacinação, em 12 de abril. A vacina é em dose única e protege contra os vírus H1N1, H3N2 e Influenza B.

A imunização também colabora no diagnóstico diferenciado da Covid-19 e tem reflexo na redução da sobrecarga no sistema de saúde, já impactado pela pandemia do novo coronavírus.

Até a última sexta-feira, 20 de maio, 1.916 puérperas tinham sido vacinadas, o que corresponde a 59,3% de cobertura vacinal, além de 38.245 crianças com idade a partir de 6 meses até cinco anos completos. Nesse grupo, a cobertura vacinal está em 48%.

Entre as gestantes, a cobertura vacinal está em 47,1%, com 5.147 imunizadas, e entre trabalhadores da saúde, a cobertura é de 42,6%, com 5.147 vacinados. O levantamento mostra que 38.407 idosos com 60 anos ou mais receberam a vacina (cobertura de 18,7%) e 2.149 professores (16,1% do público-alvo).

A Secretaria de Saúde alerta que as pessoas devem priorizar a imunização contra a Covid-19, aguardar 14 dias, para só depois se vacinar contra a gripe.

Atualmente na segunda fase, alcançando idosos com 60 anos ou mais e professores, a campanha de vacinação contra a gripe continua aberta ao público-alvo da primeira etapa que ainda não foi imunizado: trabalhadores da Saúde, indígenas, gestantes, puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto) e crianças com idade a partir de 6 meses até cinco anos completos.

A terceira etapa terá início em 9 de junho e vai até 9 de julho alcançando pessoas com comorbidades e com deficiência (física, auditiva, visual, intelectual e mental ou múltipla); caminhoneiros, trabalhadores portuários e de transporte coletivo; profissionais das forças armadas, de segurança e salvamento e funcionários do sistema prisional; população privada de liberdade e jovens e adolescentes sob medidas socioeducativas.

Para encontrar o posto de vacinação mais próximo de casa, as pessoas devem acessar o endereço https://zoneamento.campinas.sp.gov.br/saude.php?nome_campanha=Campanha%20Influenza%202021 e informar a localização da residência. Aparecerá uma janela na tela, com informações dos centros mais próximos, horários de vacinação e se possuem ou não vacina. Não é necessário fazer agendamento.

O Clube Semanal de Cultura Artística segue com os trabalhos de reforma dos quiosques e as unidades 21 e 22 passam por uma ampla reformulação.

A obra de melhoria visa dar mais conforto ao associado com a reestruturação do passeio, uma nova mesa de alvenaria e a pintura dos quiosques.

A equipe de manutenção do Cultura avança com o trabalho e conta com a compreensão dos sócios, que terão quiosques renovados para confraternizações futuras.

Campinas permanecerá na Fase de Transição do Plano São Paulo até o dia 31 de maio. A medida vale para todo o Estado. O anúncio foi feito pelo governador João Dória nesta quarta-feira, 19 de maio.

A única mudança das medidas desta fase atual será a capacidade dos estabelecimentos, que passa de 30% para 40% a partir do dia 24 de maio, nesta segunda-feira. Dessa forma, o Clube Semanal de Cultura Artística e seus serviços estão autorizados a ampliar o atendimento.

O decreto municipal foi publicado nesta sexta-feira, 21 de maio, no Diário Oficial (www.campinas.sp.gov.br/diario-oficial/).

Com o anúncio, de 24 a 31 de maio, os estabelecimentos permanecem com o funcionamento entre 6h e 21h. O toque de recolher fica mantido das 21h até as 5h.

O que pode funcionar:

Comércios (galerias, shoppings e congêneres); atividades religiosas; restaurantes e similares; salões de beleza, clínicas de estética e barbearias; atividades culturais; clubes sociais; academias e centros de ginástica; cursos não-regulamentados; áreas comuns de condomínios e hotéis.

FOTO: Carlos Bassan/PMC-Divulgação

Campinas terá neste sábado, 22 de maio, o Dia D da Vacinação contra a Covid para pessoas acima de 45 anos com comorbidades. O anúncio foi feito nesta quarta-feira, dia 19 de maio, pelo prefeito Dário Saadi durante live pelas redes sociais.

As vacinas serão aplicadas em 60 dos 67 centros de saúde da cidade. O agendamento já começou no site https://vacina.campinas.sp.gov.br/vacinas/covid-19 ou pelo telefone 160. As doses serão aplicadas apenas nas pessoas agendadas.

O Dia D vai mobilizar 240 equipes de vacinação reunindo cerca de 900 profissionais nos centros de saúde. Serão disponibilizadas entre 330 e 340 vagas por centro de saúde, num total de 20.160 horários disponíveis entre 9h e 17h deste sábado.

Das 67 unidades de saúde, sete não estarão no Dia D: Boa Esperança, Carlos Gomes, Campina Grande, Valença, Florence, Itajaí e Lisa.

No dia da imunização, as pessoas devem apresentar o comprovante emitido no final do agendamento, documento com foto, comprovante de endereço e documento médico atestando que possui uma das comorbidades prioritárias para a vacinação.

Essa comprovação pode ser feita com a apresentação de receituário médico, exame que possa comprovar a condição clínica, relatório médico. A confirmação de existência de comorbidades pode ser feita também por meio de um formulário que pessoas que se enquadram no grupo prioritário, ou seus médicos, possam baixar pela internet.

– Clique AQUI para baixar o formulário

O médico assinalará a comorbidade e, no final, irá datar, assinar e carimbar. O carimbo precisa ter o nome do profissional e o número do registro do CRM. No dia agendado, quem faz parte desse grupo prioritário deve levar o formulário ao centro de imunização no qual marcou para tomar a vacina.

O Clube Semanal de Cultura Artística segue com os trabalhos de melhoria para trazer mais conforto aos associados.

A equipe de manutenção faz a Operação Tapa Buraco na pista interna para veículos.

A massa asfáltica é usada para tapar buracos no pavimento das vias do clube para garantir segurança.